• Atendimento

    (62) 3219-4300
  • Horário de Atendimento

    09:00h às 17:00h

Nota pública contra o ensino a distância na graduação de Farmácia


O Conselho Regional de Farmácia do Estado de Goiás (CRF-GO) vem à presença dos farmacêuticos e da sociedade reiterar sua grave preocupação com a tentativa de precarização do ensino de Farmácia. O decreto que autoriza a graduação de Farmácia no modelo de Ensino a Distância (EAD) representa um grande retrocesso para a saúde pública no Brasil. É preciso reafirmar que o farmacêutico, assim como os demais profissionais da saúde, trabalha com a vida das pessoas, uma responsabilidade diretamente ligada à qualidade de sua formação.

É falacioso o argumento de que o CRF-GO é avesso às tecnologias, que podem sim auxiliar o processo educacional. Condenamos, isto sim, a autorização de se ministrar pelo computador disciplinas que exigem o contato direto com o paciente. Se já é falha a fiscalização e o controle de qualidade dos cursos presenciais, o que dizer de cursos virtuais, que, não raro, se prestam ao interesse meramente comercial.

Não há tecnologia capaz de substituir o contato do farmacêutico com seu paciente. Isto é fundamental para a qualificação técnica e, acima de tudo, para a formação humanista, imprescindível a todo e qualquer profissional de saúde.

Não bastassem os aspectos que negligenciam a qualidade em favor da mercantilização, o ensino a distancia surge para inundar o mercado já fortemente saturado. Uma avalanche de novos profissionais ameaça precarizar ainda mais as relações de trabalho no segmento, resultando em baixos salários e condições de trabalho inadequadas. É contra isso que o CRF-GO se levanta, conclamando não só o farmacêutico, mas também a sociedade a se engajar nesta luta, uma vez que é a população a destinatária final do trabalho deste profissional.

A reputação do segmento de Farmácia foi construída a duras penas ao longo de décadas de árduo trabalho de aprimoramento do ensino, de rigor na fiscalização e do esforço de muitos e bravos profissionais pioneiros. Não podemos permitir que esse legado se perca.

 

Diretoria do CRF-GO

Comentários

CRF-GO | Comentários
George Fontinele - 31/07/2018

Que nada, todo curso depende do aluno, seja ele presencial ou a distância. Contratei vários farmacêuticos que não sabiam de nada e ainda tinham o título, sendo isso infelizmente a maioria.

CRF-GO | Comentários
Comunicação do CRF-GO - 05/09/2018

Caro George, o CRF-GO trabalha juntos às instituições de ensino superior para alinhar e aprimorar as grades curriculares. Apostamos em conhecimento, palestras e cursos no Conselho, para qualificar o profissional. Mas se nos cursos presenciais a qualidade já não é de excelência, imagine em cursos a distância sem presença, experimentação e sem a prática profissional?

Adicionar um comentário

Nome*
Telefone*
Email*
Comentário
 
CRF-GO | FALE COM A PRESIDENTE